No quotidiano de Pangala (2) J.E Tendeiro

 

Entre duas operações, os momentos de ócio eram geridos de modo diferente por cada um de nós .

Por exemplo, o Miranda, à porta do seu "apartamento", resolveu descansar, pura e simplesmente, ou será que está a criar ânimo para arrumar os aposentos?

 

 

 

 

 

 

Outros, aproveitam uma vaga no barbeiro.

Não pensem que era fácil! Havia muita cabeça para "tosquiar" e outros havia que exigiam ainda um aparar de barba.

 

 

 

Na "lavandaria" também se formavam bichas. Neste caso o "Açoreano" incentiva o Gastão para que se despache. Realmente, ele já tem um bom estendal.

O Ribau trata de pôr a escrita em dia e, ao fundo, não sei quem  parece ler o jornal do dia.

 

                                   

 

 

Olhando a foto abaixo, ninguém diria que estes jóvens, no dia anterior, tinham corrido risco de vida e que, nos dias seguintes, generosamente iriam de novo pôr a sua vida em perigo evitando questionar-se se valeria a pena.

 

 

 

 

 

Estes eram momentos que permitiam manter um certo equilíbrio mental para enfrentar "o que estava para vir"

 

                (J.E.Tendeiro)

publicado por gatobranco às 17:29 | link do post | comentar